Eventos

As primeiras aulas já começaram e o primeiro desafio estimulador de respostas e de perguntas, de desenhos e da curiosidade foi lançado assim pela professora Joana Cardoso: COMO SERÁ O NOSSO CÉREBRO? PARA QUE SERVE O NOSSO CÉREBRO?

Do brainstorming resultou este diagrama:

Brainstorming

 

Eis os primeiros passos de entrada no cenário do “cérebro artístico” das crianças do 1º ano da Escola Correia Mateus:

 

Com heart&brain Corvos inserirum novo ano letivo que começa, começa também um novo Projeto Colaborativo nas AEC do Agrupamento Doutor Correia Mateus dinamizado pelos Corvos do Lis.

No ano passado as crianças de Art0000000e-Cidadania participaram num Projeto Internacional de “Livros Colaborativos” que, depois da exposição em Lisboa, visitam agora as crianças e os adultos da Universidade de Santiago de Compostela:
https://sharingsketchbooks.wordpress.com/…/exp-cadernos-ar…/

Este ano, nas aulas de Arte-Cidadania, as crianças vão dar as mãos à Ciência e aprender a conhecer – pelas Artes e pelas suas próprias experiências emocionais e criativas – um pouco mais sobre esse extraordinário e misterioso órgão humano que é o CÉREBRO.

Aprender, brincando, a conhecer as potencialidades do seu próprio cérebro leva as crianças à descoberta, no interior de si mesmas, de uma extraordinária ferramenta de ação e de informação, cognitiva e emocional, que lhes permitirá sempre – ao longo de toda a sua vida – refletir, criar, gerir emoções e agir de forma singular e cooperante, decida e interventiva, feliz e realizada.

Focado no desenvolvimento das capacidades e competências individuais de cada criança, o Projeto “À Descoberta do nosso Cérebro” promove e desenvolve nas crianças a importância do autoconhecimento (consciente e crítico), a confiança e o orgulho no que fazem, tornando-as capazes de afirmar a sua singularidade criativa na complexidade do mundo em que vivemos.

No ano lectivo 2015/2016, Leiria foi palco pioneiro da implementação de um novo Projecto Pedagógico para as AEC (Actividades de Enriquecimento Curricular).

Literatura, Xadrez e Artes são os eixos do projecto Motiv-Arte que tem como missão desenvolver nas crianças o sentido estético, crítico e criativo do mundo, a perseverança, a cooperação, o sentido de aprender e de querer aprender, criando ferramentas de construção da sua própria aprendizagem futura. Numa palavra: incutir valores de “cidadania”.
O Projecto foi elogiado e incentivado pela Câmara Municipal, nomeadamente pela vereadora da Educação Anabela Graça, faz parte de um estudo de pós-doutoramento em Literatura (promoção da leitura em conexão com as Artes em contexto não formal) e foi confiantemente apadrinhado pelo director do Agrupamento de Escolas Correia Mateus, Dr. António Oliveira, que tomou a corajosa decisão de o integrar no seu próprio Plano de Valorização e Defesa da Qualidade da Escola Pública.

No final de cada ano lectivo é hora de olhar para trás para, revendo o que ficou feito, projectar os próximos passos.
A par das notícias, das fotos, e dos trabalhos pedagógicos desenvolvidos dia a dia no terreno e que, ao longo do ano, os Corvos do Lis foram divulgando no seu facebook (para orgulho das crianças, envolvimento dos pais e da comunidade em geral), há um processo de investigação, em curso, que visa aferir as condições de possibilidade de um projecto interdisciplinar de educação não formal, em estreita conexão com o domínio formal da educação, ministrado e desenvolvido pelos professores titulares de cada escola, pelos seus coordenadores e direcção.

Nota máxima, para este domínio!

O Agrupamento Escolas Correia Mateus – aecm, sem excepção alguma, acolheu como seu este projecto, contribuindo em tudo para o sucesso da sua implementação.
Desde o inestimável apoio e confiança da direcção ao empenho, ajuda e incentivo que todos os professores titulares dedicaram, ao longo de todo o ano lectivo, aos professores responsáveis pelas AEC – reconhecendo, enriquecendo e valorizando o seu trabalho –, tudo contribuiu para que a implementação do projecto Motiv-Arte encontrasse terreno propício e fértil para solidificar as suas bases.
Este “ano zero” – de implementação – foi inteiramente dedicado à aferição das condições de viabilidade das linhas pedagógicas orientadoras do projecto, à ambientação dos professores das AEC a uma nova forma de trabalhar, na e com a escola, à integração imprescindível no Agrupamento que o acolheu.

O sucesso desta primeira fase fez com que o Projecto leiriense Motiv-Arte pudesse ser apresentado, academicamente, como um caso de sucesso, em três cidades e universidades diferentes: Minho, Famalicão e Santiago de Compostela e, em todas as reflexões de discussão crítica inerente, foi destacada a primordial importância do papel desempenhado pelo Agrupamento que acolhe – e fortalece – um projecto deste teor.

Em reunião geral do Agrupamento – direcção, professores titulares, professores das AEC e coordenadores –, o balanço dos trabalhos levados a cabo ao longo do ano lectivo pelos professores das AEC foi francamente positivo. O apoio elogioso, explicitamente dirigido aos jovens professores, representou, sem dúvida, um importantíssimo contributo para a valorização pessoal de cada um e um incentivo à perseverança e à vontade de melhorar cada vez mais o seu próprio desempenho.
O primeiro ano da implementação do Projecto piloto “Motiv-Arte – AEC 2015/2016” conclui, esta semana, a sua última fase com a elaboração do relatório final das actividades desenvolvidas no Agrupamento de Escolas Correia Mateus.

Não podemos deixar de reforçar aqui o nosso profundo agradecimento ao Agrupamento de Escolas Correia Mateus, que representa um verdadeiro exemplo de valorização e defesa efectiva da qualidade da Escola Pública em Portugal!

O primeiro passo foi dado. É missão de todos os que acreditaram e se envolveram neste projecto prosseguir, melhorando sempre, aprendendo com sucessos e erros a superar as suas próprias expectativas.

Obrigado a todos,
Parabéns a todos!

Foto de Corvos do Lis.
Foto de Corvos do Lis.
Foto de Corvos do Lis.

Xadrez: Corvinho Rodrigo Basílio sagra-se vice-campeão nacional

Corvos do Lis fizeram-se representar por 11 atletas na Figueira da Foz.

No passado sábado, os miúdos dos Corvos do Lis foram à Figueira da Foz disputar o Campeonato Nacional de Jovens de partidas semi-rápidas.

Neste evento organizado pela Federação Portuguesa de Xadrez e que contou com mais de 270 participantes, o clube de Leiria participou com 11 atletas.

O destaque vai para Rodrigo Basílio, filho de Duarte Basílio, que se estreou no escalão sub-12, sagrando-se vice-campeão nacional. Maria Gomes foi terceira classificada no escalão de sub-8 feminino.

Jornal de Leiria
REDACÇÃOJornal de Leiriaredaccao@jornaldeleiria.pt

Exposição de “Alfabeto” na sede dos Corvos do Lis.

A exposição, constante de 26 posters, com texto da autoria de Ana Isabel Marques e Adonay Moreira (apresentação, tradução e adaptação para a língua portuguesa) e ilustrações de Maria Teresa Basílio, de Alfabeto de Edward Lear, apoiada pelos Corvos do Lis e pelo IPL – ESTG, estará patente nas Galerias Alcrima, sede dos Corvos do Lis em Leiria. Por razões logísticas, a exposição decorrerá, não de 30 de Junho a 3 de Julho como foi inicialmente anunciado, mas na semana de 1 a 8 de Julho, no horário de funcionamento dos Corvos.

Por razões logísticas, a exposição decorrerá, não de 30 de Junho a 3 de Julho de 2016 como foi inicialmente anunciado, mas na semana de 4 a 8 de Julho, no horário de funcionamento dos Corvos do Lis (17.30h – 20.00h)

 

13533166_1009366892512485_3447070845581204192_n

rodrigo com a taçaÉ mais uma vez para Leiria que vem um título de Campeão Nacional de Xadrez “fabricado” nos Corvos do Lis

Foi mais um grande dia para o nosso corvinho Rodrigo Basílio, que este sábado, 21 de novembro, na cidade da Maia, se sagrou Campeão Nacional Absoluto Sub10, sem uma única derrota, cedendo apenas um empate na última ronda, consciente de que apenas uma derrota lhe tiraria o título de Campeão Nacional.

Num torneio muito longo e exigente – a primeira ronda foi às 10.30h, a última acabou perto das 20h!! – o nosso corvinho conseguiu manter a concentração e a inspiração até ao final, alcançando assim um muito aplaudido e justo título, a juntar aos outros que já conquistara anteriormente. É de lembrar que Rodrigo Basílio já trouxe para o seu clube cinco medalhas nacionais de vice campeão mais duas de 3º lugar mais 1 de campeão (em 2013), honrando assim os seus colegas e treinadores, a cidade que é sua e todos aqueles que, com confiança e determinação, apoiam, desde o início, o trabalho que os Corvos do Lis têm vindo a desenvolver com os seus jovens atletas.

Parabéns Rodrigo, estamos todos orgulhosos!! É em teu nome também, e em nome dos resultados do trabalho de muitos que tornaste manifesto neste campeonato, que expressamos aqui o nosso agradecimento público, não só aos fantásticos treinadores da nossa academia, mas também a todos os extraordinários jovens atletas que fazem parte deste clube − este título também é vosso!
Parabéns Daniel Silva, José Bray, Hugo Gomes, José Francisco, Ricardo Oliveira e, claro, Gonçalo Francisco!

Mas não são só os primeiros lugares que contam, acima de tudo é a determinação, a persistência e a evolução contínua dos nossos atletas o que mais nos interessa defender e valorizar.

A nossa jovem corvinha Ana João realizou também um fantástico torneio, com 5 pontos em 7 possíveis, alcançando um fantástico 3º lugar no pódio feminino! Parabéns Ana pela primeira medalha nacional, vamos ao próximo desafio!

Também de parabéns estão os restantes corvos que fizeram um torneio de grande nível.
Um destaque especial para o Miguel Simões – 5º classificado com 5 pontos – que, na reta final acusou o cansaço de uma noite mal dormida que fragilizou a resistência a um dia longo de competições – caso contrário, estamos certos de que seria outro sério candidato a subir ao pódio. Outras oportunidades surgirão..

Destaque também para o “novato” Pedro Bastos (sub08) que, no seu primeiro torneio, consegue 4 pontos (promissor resultado), para o João Cordeiro 3 pontos (1º ano de sub10) e para o Bruno Sousa (1º ano sub12) com 5 pontos (16º com os mesmos pontos do 5º) que realizou um ótimo torneio mantendo sempre uma excelente atitude: concentrado, focado, empenhado. Continua assim Bruno, que (ainda melhores) resultados surgirão!

Os nossos “veteranos” Marcelo Carreira, sub16 e João Peixoto, sub18, também se portaram muito bem, realizando jogos de grande nível, num patamar de excelência.

Obrigado José Bray pelo apoio no local aos nossos jovens nesta difícil deslocação

Um agradecimento final aos nossos patrocinadores do grupo de competição – TEBIS e AMTOOLS – por acreditarem e apostarem em nós e nos nossos jovens atletas, conscientes da imprescindibilidade do seu apoio na persecução da qualidade do nosso trabalho, presente e futuro.

Parabéns a todos!

Veja aqui a Galeria de Fotos no nosso Facebook

mérito desportivo 2015Foi com grande orgulho e satisfação que os Corvos do Lis viram, hoje, ser atribuída aos seus jovens atletas Rodrigo Basílio, Miguel Simões, Bruno Sousa e Vicente Mota, uma merecida homenagem, com diploma de mérito, pelo Município de Leiria.

Miguel Simões e Rodrigo Basílio foram premiados pelos seus êxitos de âmbito nacional, obtidos com os seus títulos de, respetivamente, Vice-Campeão Nacional de Partidas Rápidas 2014/2015, sub 10 e de Vice-campeão Nacional de Partidas Rápidas 2014/2015, sub 12

A equipa dos Corvos do Lis, constituída por Rodrigo Basílio, Miguel Simões, Bruno Sousa e Vicente Mota, foi também homenageada pelo Titulo de Vice-Campeões Nacionais de Equipas de Partidas Semi Rápidas Sub12

Queremos deixar aqui o nosso agradecimento público ao Município de Leiria, na pessoa do Senhor Presidente Raul Castro pelas suas palavras de reconhecimento e de incentivo aos jovens atletas e aos clubes que os tem formado e acompanhado, incentivando-nos a todos a prosseguir no bom trabalho que, juntos, temos vindo a desenvolver ao longo deste últimos anos.

Um agradecimento sempre muito especial aos vereadores Anabela Graça (Educação) e Gonçalo Lopes (Cultura) que não deixaram nunca de acreditar no nosso trabalho, incentivando e valorizando sempre todos os nossos projetos e iniciativas culturais e desportivas. Conscientes da importância que este apoio e incentivo representa para o sucesso dos nossos atletas e do nosso trabalho, aqui fica o nosso muito obrigado.

Por tudo isto só podemos concluir que este é um percurso, já atravessado por vários êxitos, e que não vai ficar por aqui. Reforça-nos antes a convicção e a confiança de que este é um projeto que se modela e avança a várias mãos e que visa, acima de tudo, a formação dos nossos jovens, o desenvolvimento das suas competências, de autonomia, competitividade saudável, fair play e orgulho individual, valores que muito prezamos no percurso educativo que preconizamos.

Aos nossos atletas homenageados, e a todos os dinamizadores deste projeto de Xadrez, uma palavra de Orgulho pelo êxito alcançado, sabendo que o trabalho de raiz está no bom caminho.

Obrigado!